Novo Sandero 2023 vira SUV compacto no Brasil

A marca decidiu aposentar o hatch no Brasil para investir em outra categoria

Novo Sandero 2023
Divulgação/Dacia

Apesar de ter sua gama de fãs, o Sandero nacional pode estar com os dias contados. Há a possibilidade de que o novo Sandero 2023 não chegue. Bem, ao menos não no Brasil. Tanto do Sandero quanto o Logan não devem voltar em nova geração. Por aqui, a aposta da montadora francesa se concentrará nos SUVs, cada vez mais populares.

Segundos as apurações da mídia especializadas, como Autos Segredos e Quatro Rodas, a empresa desistiu mesmo desses carros em terras tupiniquins. Sendo assim, teremos o fim de um hatch, um sedã e também de um aventureiro, pois o Stepway é outro que se aposenta em terras brasileiras.

renault bigster 2023
Renault Bigster é outro concorrente SUV da marca (Divulgação/Dacia)

Espera-se a chegada de um novo SUV compacto da Renault para disputar a categoria no Brasil. Esse competidor, portanto, deve chegar em 2023, ano em que o Sandero pode sair de linha. A novidade deverá usar a plataforma CMF-B, que é usada no novo Clio.

O projeto é chamado de HJF e, segundo o que já foi informado sobre ele, deve ser menor do que o Duster. Já que o Duster é grande, era de se esperar que um compacto fosse menor do que ele. Mas o tal HJF deve ser maior do que o aventureiro Stepway, que não deverá voltar em 2023.

Novo Sandero 2023 fica de lado para investida da Renault entre os SUVs compactos

Novo Sandero 2023 preço
(Divulgação/Renault)

A cada ano que passa, as categorias que contam com concorrentes SUV ficam mais disputadas. Para que um país como o Brasil tenha vendas tão boas, é necessário cogitar que o interesse está mudando. Certas categorias são mais atraentes do que outra. As mais populares, por exemplo, atraem as montadoras.

Quem quer ter algum espaço, precisa combater contra concorrentes perigosos, como Fiat Pulse, VW Nivus e outros. Isso sem falar dos monstros de vendas da Jeep, como o Renegade e o Compass. Para que os rivais sejam alcançáveis, quem entra no páreo precisa entrar cedo.

Estima-se que o SUV compacto da Renault conte com motor 1.0 Turbo Flex. Quem observa mais de perto, ou lê as publicações da mídia especializada, nota que é mesmo motor 1.0 SCe. Só que, para o HJF conta com novo cabeçote e, claro, o Turbo.

O que importa mais de tudo isso, é que a probabilidade de o novo Sandero 2023 não chegar no Brasil é alta. Por outro lado, poderemos contar com um novo concorrente SUV compacto cheio de energia. Quem chega atrasado para competir precisa mostrar serviço. Quem ganha com isso é o consumidor.

Preço do novo Sandero 2023

Novo Sandero 2023 suv
(Divulgação/Renault)

A cada ano, os valores são atualizados e, nem sempre, o preço fica mais doce. Geralmente os ajustes são para cima. Mas não percamos a esperança, pois a estratégia da montadora pode contar com um precinho mais camarada. Grandes mudanças contam com grandes atualizações de valores maiores.

Mas, como as possiblidades não indicam tal transformação, o preço do novo Sandero 2023 pode ficar mais próximo do que vemos atualmente. São detalhes que apenas o passar dos meses esclarecerão. Esse é um modelo considerado de bom custo benefício. Sendo assim, mudanças bruscas no preço podem tirar isso da cabeça dos interessados.

Sandero Zen 1.0 MTR$ 73.090
Sandero GT Line 1.0 MTR$ 76.890
Sandero Stepway Zen 1.6 MTR$ 87.740
Sandero Stepway Iconic 1.6 CVTR$ 99.620
Sandero RS 2.0 MTR$ 95.790

 

Os valores da tabela acima dizem respeito ao modelo atual. Com esses dados, temos melhor base para imaginar os valores do novo Sandero 2023. É sempre importante lembrar que podem chegar nova versões e algumas das já existentes podem se aposentar. Portanto, a linha pode ficar mais ou menos enxuta.

Quem planeja ter um Renault Sandero na garagem pode começar o plano avaliando esses valores. Com uma pequena gordurinha, já cogitando altas, o é possível preparar o orçamento para o investimento. Claro que já também a possibilidade de negociação nas concessionárias.

Consumo de combustível

Novo Sandero 2023 consumo
(Divulgação/Renault)

Atualmente, o consumo de combustível é um quesito de muita importância, principalmente em carros mais populares. Veículos que são usados no dia a dia ou para o trabalho precisam gastar pouco. O custo benefício, sem dúvida, passa pelo consumo de combustível.

Dados sólidos de sérios podem ajudar o consumidor na hora da compra. Há órgãos que trabalham trazendo dados como esse. Um deles é o Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia). Além das informações sobre o consumo dos carros, o Inmetro traz até dados sobre emissão de poluentes.

1.0

ConsumoGasolinaEtanol
Estrada14,1 km/l9,6 km/l
Cidade14,2 km/l9,5 km/l

 

1.6 manual

ConsumoGasolinaEtanol
Estrada12,4 km/l9,2 km/l
Cidade12,8 km/l8,6 km/l

 

1.6 CVT

ConsumoGasolinaEtanol
Estrada12,8 km/l8,8 km/l
Cidade11,8 km/l8,1 km/l

 

2.0

ConsumoGasolinaEtanol
Estrada11,1 km/l7,7 km/l
Cidade9,9 km/l6,9 km/l

 

Os dados de consumo acima são relacionados ao Sandero atual. Isso, pois a cada virada de ano há a possibilidade de mudanças na motorização, transmissão e outros detalhes. Isso, portanto, faz com que haja transformações relevantes no consumo de combustíveis.

Outra possibilidade, é a saída de alguns motores e entrada de outros. As marcas apostam em tecnologia, economia e menos emissão de poluentes. Sendo assim, novidades que mudam tudo podem aparecer a qualquer momento. Ainda mais no Sandero, que não se deixa ser passado para trás.

Ficha técnica e possibilidades para o novo Sandero 2023

Novo Sandero 2023 fotos
(Divulgação/Renault)

O motor 1.0 conta com três cilindros em linha. As versões 1.6 e 2.0 oferece motor com quaro cilindros em linha. São 12 válvulas no 1.0 e 16 nas outra duas motorizações. A injeção eletrônica de combustível multiponto aparece em todas as versões. A transmissão é oferecida em opções manuais de cinco e seis velocidades e também CVT.

A direção é do tipo eletro-hidráulica e os freios são de disco ventilado (frente) e tambor (atrás), exceto na motorização 1.0, que conta com freios de disco ventilado (frente) e disco (atrás).

Parte disso pode ser aproveitado no novo Sandero 2023. Mas alguns detalhes podem ser aposentados, visando a evolução do modelo. Cada mudanças é feita de forma estratégica para que o preço siga competitivo. Mudanças drásticas podem assustar, ainda mais em um carro que acerta por oferecer o que o cliente pede.

Leia também:

Novo Spin 2023 aposta em visual, economia e segurança

Novo Siena 2023 tem praticidade e espaço como atrativos além do preço

Honda Civic 2023 avança mais em tecnologia e design

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios são marcados com *