betboo - Busca por carros novos triplica após anúncio de descontos, mas medida não durará muito tempo

O plano, aparentemente, está dando certo

desconto carros populares
(Foto: Volkswagen/Divulgação)

Imagina só, o governo lançou o tal decreto do carro popular há apenas uma semaninha, no dia 6 de junho, e as montadoras já correram pra divulgar os novos preços dos modelos até R$ 120 mil. E aí, meu amigo, o mercado não perdeu tempo e abraçou os incentivos fiscais do Governo Federal. A Fenabrave, a federação que reúne as associações de concessionárias aqui no Brasil, revelou que a procura por carros zero-quilômetro triplicou nos últimos sete dias, mesmo com o feriadão de Corpus Christi.

O presidente da Fenabrave, José Maurício Andreta Júnior, soltou o verbo e disse que as mais de 7.000 concessionárias tiveram um aumento que varia de 30% até 260%. É sucesso, meu camarada! Ele ainda comentou em uma entrevista pro canal Globo News que as medidas tomadas pelo governo estão acertando em cheio, ajudando as pessoas que tiveram uma queda no poder aquisitivo a voltarem a comprar carros novinhos em folha. É uma alegria, né?

Outra coisa interessante é que muita gente está buscando os carros mais baratos, os famosos modelos de entrada. Tipo o Fiat Mobi e o Renault Kwid, que tiveram uma bela redução de R$ 10.000 nos preços. Com isso, a tabela deles ficou em R$ 58.990. No tal decreto, os descontos variam de R$ 2.000 a R$ 8.000.

Não são só os carros de entrada que entram na jogada

carros ficaram mais baratos
(Foto: Fiat/Divulgação)

Se você quer um carro um pouco – ou muito – mais caro, tenha em mente que essa onda de preços baixos pode durar pouco tempo. Os carros ficaram mais baratos assim, de repente, por uma razão específica.

Sabe esses SUVs que estão fazendo o maior sucesso? Eles representam quase metade das vendas de carros novos atualmente. Então, algumas marcas aproveitaram a situação pra dar um gás nas vendas desses modelos que estavam meio apagados. Por exemplo, o Jeep Renegade teve um desconto de R$ 19.000 na versão Sport 1.3 turbo flex, que caiu de R$ 134.990 para R$ 115.990. É pra encher os olhos, não é mesmo?

Só que ainda tem um probleminha por aí, meu amigo. O crédito no mercado tá complicado. O governo esperava que, em uns quatro meses, os juros baixassem e que o mercado se reequilibrasse. Mas a questão é que as instituições financeiras ainda não liberaram o crédito. Como os carros ficaram mais caros, as parcelas também continuam altas, assim como os juros. Ou seja, ainda tem umas limitações pra conseguir o crédito.

Como funciona esse desconto que o governo anunciou?

descontos carros novos
(Foto: Renault/Divulgação)

Vamos entender como funciona o tal pacote do carro popular? O governo lançou a Medida Provisória 1.175 lá no comecinho do mês, que trouxe esse decreto do carro popular. Aí, foram concedidos descontos de R$ 2.000 a R$ 8.000 pros carros até R$ 120 mil, e isso inclui também caminhões, ônibus e veículos comerciais. Só que tem um limite de R$ 1,5 bilhão pra esses descontos. Ou seja, assim que atingir essa quantia, a festa acaba e os preços voltam ao normal.

Ah, e pra fazer tudo isso funcionar, o governo precisou arrumar uma maneira de cobrir os custos. A solução que eles encontraram foi adiantar a reoneração do ICMS no diesel, que vai ter um aumento de R$ 0,11 por litro nos próximos meses.

Então é isso, meu amigo. Aproveita a oportunidade se você está pensando em comprar um carro novo porque essa maré de descontos pode acabar mais rápido do que a gente imagina. É hora de dar aquela pesquisada, ver o que se encaixa no seu orçamento e quem sabe realizar o sonho de ter um carrão novinho na garagem!

Leia também:

Quais descontos posso conseguir na compra de um carro novo?

Uau! Você não vai acreditar na história por trás dessa coleção de Ferraris que vai a leilão

Jeep oferece bônus de até R$ 47,6 mil e financiamento em 48 parcelas